Tratando a Flacidez nas Coxas

Dá pra se livrar do problema por meio da radiofrequência e do treino funcional

Ter a pele flácida é o pesadelo para muitas mulheres, mas infelizmente, em algum momento da vida ela aparece.  A flacidez é consequência da falta de fibras de sustentação da pele, o colágeno e a elastina. Existem dois tipos de flacidez, a muscular e a dérmica. No primeiro caso, ela é decorrente do desgaste das fibras, já no segundo a causa é a desorganização dessas fibras. O envelhecimento natural da pele, assim como o hábito de fumar e o consumo de bebidas alcoólicas tendem a piorar a elasticidade e aumentar o nível de flacidez, além da influência das alterações hormonais que sofremos ao longo da vida, como ganho de peso e a gravidez.

Para tratar a flacidez, a esteticista indica duas saídas. Se for flacidez dérmica o tratamento com radiofrequência apresenta excelentes resultados, já a flacidez do músculo deve ser prevenida com a prática regular de uma atividade física.

Confira abaixo como cada técnica age e como irá te ajudar

Para tratar a flacidez

A radiofrequência se dá por um meio de um aparelho que emite ondas eletromagnéticas que atingem a camada de gordura que fica entre a pele e o músculo. Essas ondas geram aumento de temperatura local, melhora na circulação sanguínea, mais oxigenação dos tecidos e assim novas fibras que vão sustentar a pele.

A técnica pode ser usada contra a flacidez na coxa, assim como no rosto, no braço, no abdômen e no glúteo. Após a primeira sessão já é possível notar um progresso, mas o ideal é que a paciente faça pelo menos dez sessões, sendo que cada uma delas demora de 30 a 45 minutos conforme o tamanho da área. É recomendado intervalo entre as sessões é de no mínimo uma semana.

Para prevenir a flacidez

Outra maneira de lidar com o problema é prevenindo o aparecimento e tratando. Essa quantidade de pele que parece estar sobrando nos braços e pernas pode ser enrijecida e eliminada com exercícios. O treino funcional é uma opção bem completa que aumenta a força muscular e foge da rotina de uma academia.

Um exemplo de série muito utilizada contra a flacidez na coxa é o agachamento. Ele trabalha diversos músculos, mas os resultados são melhores principalmente nas pernas. Uma variação do agachamento convencional que fazemos no treino funcional é utilizando o bosu, fazendo assim que o aluno dispense mais força e mais concentração. Para obter o resultado faça três séries de 10 agachamentos, sempre deixando que o joelho chegue a um ângulo de 90 graus.

O treino funcional deve ser praticado de duas a três vezes na semana para prevenir a flacidez, lembrando sempre que a orientação de um profissional qualificado é fundamental.

 

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *