PILATES PODE AJUDAR A EVITAR ESCOLIOSE NA ADOLESCÊNCIA

A escoliose é um problema que vem afetando cada vez mais jovens. O desalinhamento das vértebras atinge 2% a 3% dos adolescentes. A deformidade na curva da coluna vertebral inicia nos primeiros anos de vida, mas é na puberdade por volta dos 10 a 14 anos de idade que a escoliose começa aparecer. As curvas tendem aparecer durante a fase de crescimento. Nas meninas a escoliose pode ocorrer antes da menstruação.

Existem diversos tipos de escoliose, sendo as mais frequentes:
Escoliose congênita: má formação dos ossos da coluna vertebral desde o nascimento;

ESCOLIOSE IDIOPÁTICA: É o tipo mais comum e a sua causa ainda é desconhecida.

ESCOLIOSE NEUROMUSCULAR: Provocada por uma anormalidade dos músculos causando uma fraqueza e descontrole dos músculos em crianças que apresentam paralisia cerebral, distrofia muscular, espinha bífida e pólio.

TRATAMENTOS ALTERNATIVOS
O tratamento irá depender do tipo de escoliose e da curvatura. Nos casos de escoliose idiopática em adolescente com curvatura menor que 20 graus, o tratamento é conservador.

A prática de Pilates tem sido uma das mais indicadas pelos médicos no tratamento de diversas patologias osteomusculares, incluindo a escoliose, pois seus exercícios estão concentrados na casa de força formada pelos músculos transversos do abdômen, multífidos, diafragma, oblíquos e músculos do assoalho pélvico. A ativação desta casa de força traz harmonia entre as curvaturas espinhais, refletindo na eficiência do equilíbrio corporal, na postura e no trabalho muscular. Contribuindo para uma organização melhor da coluna vertebral e extremidades.

Todos os exercícios devem ser feitos com o acompanhamento de um profissional e evite fazer os exercícios de pilates em casa.

 
 

 

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *