PILATES E A REABILITAÇÃO DE PACIENTES

Engana-se quem acredita que o pilates só é indicado para proporcionar uma flexibilidade corporal e sensação de bem estar. A técnica criada por Joseph Pilates vai muito além de exercícios que beneficiam a saúde.

O pilates também é recomendado para pacientes que estão em reabilitação. Na Europa e nos Estados Unidos, a prática do Pilates em tratamentos de saúde é cada vez mais utilizada.

A atividade é prescrita para os pacientes que sofreram alterações posturais, pós-tratamento ortopédico, pacientes com sequelas ou déficits neurológicos (causados por derrames cerebrais e doenças neuromusculares, como distrofias musculares, amiotrofias espinhais, Esclerose Amiotrófica, neuropatias, miastenias etc.), e todos os indivíduos com necessidade de fortalecimento global.

Esse tipo de atividade física é excelente para pacientes que necessitam de fortalecimento, flexibilidade e estabilidade da coluna.

Aula X Reabilitação

Cada programa de reabilitação deve ser individualizado. Devendo ser elaborado de forma a atender as suas necessidades e a abordar as deficiências específicas

Os atendimentos de Pilates voltados para a parte de reabilitação vão fazer uso de todos os acessórios dentre eles estão: bolas de diferentes dimensões, thera-bands, rolos, discos de propriocepção, bastão, magic circle, entre outros. Porém no início do processo de reabilitação se recomenda iniciar nos equipamentos de mecanoterapia, com o intuito de serem facilitadores para a execução dos movimentos, com a função de auxiliar a realização do movimento consciente ao estimular e desafiar a execução de forma tanto assistida como resistida, são eles: cadeira Combo ou Wanda, Cadillac ou Trapézio, Reformer, Wall Unit ou Unidade de Parede e o Ladder Barrel ou Baril. No solo, onde não se faz uso de nenhum tipo de equipamento ou acessórios, são mais recomendadas para pessoas que apresentam um domínio maior do seu corpo, pois são consideradas como exercícios mais avançados.

O método Pilates é bastante recomendado na reabilitação na condromalácia patelar, artroses, artrite reumatóide, e em disfunções músculo-esqueléticas como síndrome do piriforme, escoliose, espondolistese, espondilólise, estenose do canal vertebral, espondilite anquilosante, dor crônica na coluna lombar, síndrome do impácto do ombro, fibromialgia, entre outros…

Os atendimentos devem ser sempre orientados por fisioterapeutas, que tem domínio na área de cinesiologia, bem como das patologias que estão tratando. Sempre lembrando que esse atendimento mais voltado para a reabilitação devera ser realizado em atendimentos individualizados para se alcançar um melhor desempenho na realização dos movimentos de forma mais correta e alinhada possível.

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *