Peeling Químico

Peeling Químico: Descubra qual melhor opção para sua pele

Tratamento promove a renovação celular da pele, favorecendo o rejuvenescimento e combatendo a acne

Tratamento estético onde são aplicados ácidos sobre a pele, provocando a descamação e removendo as camadas danificadas, o peeling químico é um excelente aliado no rejuvenescimento facial, tratamento de acne, remoção de manchas e para devolver a maciez da pele.

O tratamento permite a utilização de vários tipos de ácido, sendo que sua escolha dependerá do objetivo. Entre os ácidos utilizados estão o ácido glicólico, ácido retinóico, ácido salicílico, acido mandelico, peeling de jessner, acido glicólico, e outros.

Veja como funciona o tratamento com cada tipo de ácido.

Peeling de Ácido Retinóico
O ácido retinóico é um derivado da vitamina A. No peeling, sua aplicação sobre a pele promove a descamação progressiva da derme e estimula a produção de colágeno (substância que é responsável pela firmeza da pele), reorganizando as fibras elásticas danificadas pela exposição solar e melhorando a irrigação e hidratação da derme. Seu uso acelera esse processo, deixando a pele mais lisa, com melhora na textura e até de manchas e relevo cutâneo. O ácido retinoico é indicado, principalmente, no tratamento dos sinais do fotoenvelhecimento, que incluem: rugas finas, hiperpigmentação, manchas, sardas, aspereza, e irregularidades na textura pele. A radiação ultravioleta do sol estimula a produção de substâncias que danificam o colágeno da pele, causando o aparecimento de todos esses sinais, e o ácido retinoico ajuda a repará-lo, além de estimular a produção de colágeno novo.

Além disso, ele também pode ser usado em alguns outros tratamentos.

Peeling de Ácido Mandélico
Nesse caso, o ácido mandélico é um derivado da hidrólise do extrato de amêndoas amargas e tem sido aplicado no tratamento de acne, manchas (inclusive de peles mais morenas) e do envelhecimento. O ácido mandélico combate os agentes inflamatórios e infecciosos responsáveis pela acne e por outras infecções cutâneas. Além disso, a diminuição dos cravos é notável. A melhora nas rugas e linhas finas ocorre porque esse ácido ajuda a reverter a degeneração do colágeno causada pela radiação solar. Por conta disso, é tido que ele ajuda no rejuvenescimento cutâneo. Ele também ajuda a combater os melasmas.

Peeling de Jessner
A solução de Jessner é uma combinação de Resorcinol, Ácido Salicílico, Ácido Láctico. O peeling de Jessner é uma boa indicação para acne, melasma, hiperpigmentação pós-inflamatória, além de fotoenvelhecimento leve a moderado.

Peeling de Ácido Salicílico
Mais um indicado para o tratamento de acne. O peeling com ácido salicílico também promove o controle da oleosidade da pele e combate manchas e rugas. É comum sentir um ardor durante os primeiros minutos de aplicação por causa da precipitação dos sais. Esse tipo de peeling pode ser reaplicado entre 2 a 4 semanas e somente depois do 4º dia que a pele irá começar a descamar. A única contraindicação é para pacientes com alergia ao ácido acetilsalicílico.

Peeling de Ácido Glicólico
O ácido glicólico é da mesma família dos ácidos láticos e é conhecido por facilitar a penetração de substâncias na pele. Também possui ação de radicais livres e auxilia na formação de colágeno. O peeling de ácido glicólico é indicado para o tratamento de manchas, pois promove a renovação de pele e aumenta a absorção de clareadores. Também é excelente para tratamento de acne, rosácea, ceratoses actínicas e fotoenvelhecimento.

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *