Fibrose Pós-Operatória deve ser tratada com Radiofrequência

Fibrose Pós-Operatória deve ser tratada com Radiofrequência. A busca pelo corpo perfeito e a evolução das técnicas de cirurgia plástica têm levado muitas pessoas a aderirem à plástica para promover transformações no corpo. Embora sejam seguras, se realizadas com especialistas capacitados e em centro cirúrgico, umas das complicações que podem ocorrer no pós-operatório é a fibrose – formação ou desenvolvimento em excesso de tecido fibroso que ocorre como processo reparativo ou reativo após um trauma nos tecidos.

Soma-se à fibrose, edemas e equimoses, comuns após procedimentos como lipoaspiração, lipoescultura, abdominoplastia etc. Diante dessa situação, faz-se necessário um tratamento pós-operatório, tendo em vista que os efeitos colaterais podem ser suavizados. É aqui que entra a radiofrequência, um recurso que vem sendo bastante recomendado nos protocolos de pós-operatório das cirurgias plásticas.

No procedimento de radiofrequência são emitidas ondas eletromagnéticas através de um aparelho moderno não invasivo, simples e rápido que aquecem a derme e a hipoderme, promovendo a contração das fibras de colágeno e estimulando sua produção. A radiofrequência gera energia e forte calor sobre a camada mais profunda da pele, porém durante a aplicação o paciente sente apenas uma agradável sensação de uma massagem quentinha e indolor. O procedimento é seguro e efetivo para todos os fototipos de pele.

A radiofrequência está relacionada ao tratamento das fibroses, podendo ser aplicada precocemente desde que a sensibilidade térmica do paciente seja mensurável e que o edema não seja acentuado. Durante o aquecimento da radiofrequência, o formato de trícipe hélice do colágeno é destruído, uma vez que suas ligações são sensíveis a baixa temperatura, ocorrendo a separação de suas pontes de hidrogênio e surgindo um aspecto de colágeno mais flexível e fácil de ser reabsorvido. Em resumo, a alta temperatura, provocada pela radiofrequência, estimula a circulação sanguínea local, produzindo um novo colágeno, o que resulta na melhora da aparência da pele.

O tratamento leva 30 minutos e são indicadas de 5 a 10 sessões. No fim da sessão já é possível observar a contração de tecidos.

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *