ENTRE EM FORMA COM O PILATES

Conquistar um corpo firme, bumbum durinho, abdômen definido exige muita disciplina e dedicação nas academias. Mas se você não gosta muito desse ambiente e quer ficar em forma, uma alternativa saudável e que funciona bem é o Pilates Fitness.

Além de perder alguns quilinhos o pilates ainda elimina as dores no corpo, uma vez que os exercícios trabalham o corpo de forma integrada.

As calorias queimadas em um exercício de pilates variam de 300 a 350 por aula, sem contar que aumenta o condicionamento físico e fortalece os músculos.

Conheça alguns exercícios feitos nas aulas de pilates que podem deixar o seu corpo em forma:

The hundred

O exercício da respiração, que significa alterar os padrões circulatórios, “esquentar” o corpo em preparação aos exercícios subsequentes através da respiração e ‘despertar’ o powerhouse (centro de força).

A respiração é fundamental no Método Pilates para que haja uma execução ideal e recrutamento da musculatura profunda.

A respiração, que é o foco principal do exercício “The Hundred”, é feita em cinco tempos para a inspiração e cinco tempos para a expiração, fazendo um ciclo de respiração completa; esta contagem e o ritmo são orientados pelo instrutor, executados em um total de dez ciclos, o que resulta em cem/hundred.

Os Principais benefícios que dão suporte a sua prática são a tonificação do abdômen e o aumento da potência da energia partindo do centro do corpo para as extremidades.

Single leg strech

O exercício de Pilates One Leg Stretch (em português -Alongamento de Uma Perna), tem por objetivo a estabilização do transverso do abdômen e do pavimento pélvico, ao mesmo tempo que também desempenha uma importante função de tonificação das pernas.

Power House

Power House, ou Centro de Força, constitui o que há de mais importante no Método Pilates. Para Joseph era a parte mais importante do corpo, sendo a área entre a base da sua caixa torácica e a linha que vai de um quadril ao outro. Fortalecer este Cilindro é o objetivo maior do Pilates.

É composto por quatro músculos. São eles:

•    Transverso do abdômen: tem a função de estabilizar as vértebras lombares. É um músculo involuntário. É ligado neurologicamente ao períneo (possui a mesma inervação) e, por isso, sua contração só é possível quando simultânea à contração do períneo. Também só entra em ação na expiração forçada;

•    Períneo: Músculo do assoalho pélvico, fazendo sustentação visceral, causando uma pressão positiva. Suas ações são diretamente proporcionais, ou seja, quanto maior a pressão intra-abdominal, maior a estabilização lombar;

•    Multíferos: trata-se de um músculo bem interno da coluna e que tem a função de estabilizar a coluna. Faz a flexão lateral da coluna e rotação lateral do tronco, também sendo um auxiliar na extensão;

•    Diafragma: tem a forma de cúpula. Na inspiração, ele aplaina para expansão da caixa torácica (quando a respiração é mais anatômica possível, ou seja, sem protusão abdominal). Como ele tem inserções nas vértebras lombares, também possui a função de estabilização da coluna.

O conceito que Joseph Pilates chamou de POWER HOUSE (casa de força) é coordenar a mecânica respiratória do DIAFRAGMA, com a sinergia dos MÚSCULOS ABDOMINAIS (principalmente o Transverso do Abdômen), MULTÍFEROS e PERÍNEO, conseguindo assim estabilizar a coluna lombar.

Sabe-se que o transverso do abdômen e o oblíquo interno são os únicos músculos a ter conexões com o tronco anterior e com a coluna, por isso autoridades australianas em estabilização de coluna descrevem estes músculos como um cilindro tridimensional:

•    Frente e lado do cilindro são feitos pelo transverso do abdômen e oblíquo interno;

•    Atrás está o multíferos;

•    A base é constituída pelos músculos do assoalho pélvico;

•    O teto é constituído pelo diafragma.

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *