Acne: Saiba como Tratar

Espinhas ou acne, um problema muito comum entre os adolescentes e também entre os adultos. Ocorre principalmente na face, podendo atingir tronco, membros superiores e couro cabeludo.

A acne é uma doença com origem no folículo pilossebáceo, sendo influenciada por vários fatores: genético e hormonal (estimulam a hiperprodução sebácea), hiperqueratinização folicular e inflamação do folículo, com aumento da colonização da pele pelo Propionibacterium acnes.

As áreas em que a acne se manifesta com maior frequência são: rosto, colo, costas e ombros, locais onde há maior quantidade de glândulas sebáceas. Todas as formas de acne podem ser controladas e é muito importante buscar tratamento para evitar a piora das lesões ou o surgimento de cicatrizes. Quando a acne se manifesta de forma intensa, pode prejudicar a qualidade de vida e a auto-estima.

O quadro clínico varia de acordo com o paciente e com o tipo de acne: isso inclui o surgimento de cravos pretos (comedões abertos), cravos brancos (comedões fechados), espinhas e cistos. O diagnóstico da acne acontece através de exame clínico feito pelo dermatologista que, analisando as lesões avaliará qual o grau da infecção.

Sintomas variam de acordo com o tipo de acne, e incluem:

  • Cravos pretos (comedões abertos): aparece quando o sebo e as células mortas obstruem os poros. Enquanto o poro fica fechado, a superfície permanece aberta. É o que confere a aparência de “cravos pretos”.
  • Cravos Brancos (comedões fechados): O acúmulo de sebo e células mortas, além de bloquear o poro também bloqueia a entrada do mesmo formando uma película. Esses cravos são de remoção mais difícil.
  • Espinhas: Além do excesso de óleo que bloqueia os poros, há também a proliferação da bactéria Propionibacterium acnes que aumenta nesse ambiente oleoso. A multiplicação do micro-organismo acarreta em pequena inflamação na área com pus. É a inflamação que faz com que a espinha tenha a aparência avermelhada, quente e inchada.
  • Cistos: Ocorrem quando ainflamação atinge a pele mais profundamente, podendo ser dolorosos  e formar cicatrizes permanentes. Este é o tipo mais grave de acne.

Objetivos do tratamento: abranger melhora do quadro infeccioso e da aparência física; minimizar cicatrizes e prevenir efeitos psicológicos adversos.

O tratamento varia de acordo com a avaliação clínica das lesões, e inclui o uso de produtos tópicos contendo peróxido de benzoíla, ácido retinóico e seus derivados, antibióticos e ácidos salicílicos, e também loções adstringentes e esfoliantes. Além dos produtos de uso tópico, podem ainda ser usados medicamentos sistêmicos: antibióticos orais, pílulas anticoncepcionais e outros medicamentos para regulação hormonal inclusive a isotretinoína, normalmente utilizada nas formas mais graves e resistentes da acne.

Alguns procedimentos realizados no consultório podem ajudar a minimizar a aparência de manchas e cicatrizes residuais da acne: o uso de lasers, peelings químicos e limpezas de pele, entre outros.

FIT BODY PILATES - Clínica de Limpeza de Pele e Tratamentos Estéticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *